//

O termo g0y nasceu nos Estados Unidos em contraposição aos valores e comportamento afeminado dos gays em geral, sendo também associada a geração Y, por ser uma geração mais desencanada e liberal, com a crescente utilização da internet.

  O uso do zero no lugar do “a” na palavra gay é para identificar homens que não praticam sexo anal com outros homens; que geralmente não são afeminados e que prezam pela masculinidade. Se transformando num movimento Hetero Liberal que se espalhou pelo mundo trazendo também a adesão de homossexuais, principalmente os “mais machos”, que por algum motivo, não se sentiam totalmente a vontade com a cultura e os valores gays.

 Hoje esse conceito é observado como uma quarta identidade sexual, e até como uma opção além do hétero, do bissexual e do homo. Entretanto, o g0y serve apenas para homens, não há mulher g0y. Por exemplo, se um macho g0y transa com mulher ele é heterossexual ou, mais precisamente,Heterog0y (Str8-g0y), um homem hétero liberal ou moderno em contraposição ao hétero tradicional (HT).

 Mas se os amassos são apenas com homens e não passam disso, podemos dizer que ele é um g0y puro. Ou Gouines, como é usado na França. É difícil fechar a definição do nome para esses homens, até porque, entendendo o sexo como penetração, eles não fazem nem com mulheres e nem com homens. A palavra g0y veio por uma questão de pontuar uma nova cena que ia crescendo, não há homofobia, preconceito ou neuras, é principalmente uma ética própria de “machos”.

 Para os g-zero-y, não importa os desejos e sim o comportamento. A não prática do sexo anal transforma-se num resgate do masculino para os homossexuais e um grito de liberdade para os héteros. “Zero é um hétero fora da prisão”!

Fontes:

FraternidadeG0y

Diário de Biologia

Sua Pesquisa

Tags:, , , , , ,

Posts Recentes

Dúvida?

RSS

T |

41

9991-2512
(Entre em contato via Whatsapp)

R |

Anita Garibaldi, 850, Sl 501 - Torre Success - Ahú

E |

claudia@claudiagraichen.com.br

Explay Web Agency