//

Iniciar a vida sexual precocemente, ainda na adolescência, pode gerar dores emocionais profundas, afetando a estabilidade e a felicidade do indivíduo e da família.

Mais do que mera banalização, a sexualidade deve ser entendida como uma dimensão essencial do ser humano, orientada pelo diálogo e enriquecimento mútuo. O sexo é uma necessidade psicossociobiológica. O prazer sexual e a redescoberta do corpo são indispensáveis.

dicas-sexo-claudia-graichen-terapeuta-sexual-curitiba-bx
Intimidade

Uma premissa do ato sexual é o caráter íntimo e privado. Ambas as pessoas precisam estar de acordo com o ato e prontas para assumir as responsabilidades.

Antes de ceder ao desejo, à pressão de amigos ou do primeiro parceiro/parceira, é preciso estar bem orientado/orientada sobre sua anatomia sexual, ter conhecimentos sobre concepção e anticoncepção, infecções sexualmente transmissíveis, promiscuidade e mercantilização sexual.

Quando um jovem está desestruturado e cede a essas pressões, as relações sexuais costumam trazer muito mais angústias do que prazer.

O sexo é permeado por crenças, mitos e tabus. O fato de não poder comentar o assunto em casa, leva o adolescente a buscar informações com outros adolescentes tão imaturos quanto ele. Isso facilita a prática do sexo de forma insegura.

claudia-graichen-dicas-primeiravez-bx

Lidando com os sentimentos
Na adolescência, as mudanças hormonais, o estabelecimento de vínculos, de sentimentos e de desejos colaboram para a exacerbação da sexualidade. Isso promove implicações sentimentais, conhecimento sobre o modo de se comportar e agir junto ao parceiro, bem como cuidados com a própria saúde sexual.

O ideal é que os adolescentes adiem ao máximo sua iniciação sexual. Tomando todo tempo necessário para que adquiram responsabilidade, autoestima para poderem então escolher livremente as opções e alternativas de sua conduta sexual.

sexo-adolescencia-bx

Antes, durante e depois
Essas dicas vão ajudar meninos e meninas a ter uma primeira vez mais tranquila:

  • Entendam que ninguém nasce sabendo. Sexo depende de aprendizado, treino e ajustes a dois.

  • Quanto mais informação e orientação buscarem será melhor para quebrar mitos e entender como se dá a resposta sexual do homem e da mulher.

  • Escolham o parceiro ou parceria por motivação própria, respeitando seu tempo, seguindo seus sentimentos e desejos. Não cedam à pressão do grupo.

  • É necessário compreender que o orgasmo na mulher é um aprendizado e conquista que, dificilmente, acontecerá na primeira vez. 

  • Procurem ir aos poucos nas preliminares, criando oportunidades de intimidade para conhecer o corpo um do outro, numa crescente descoberta. Não tenham pressa. A relação não precisa acontecer num único encontro. Essa cumplicidade sexual baixa a ansiedade e favorece o aumento do desejo.

  • Desfrutem da fantasia e explorem ao máximo os órgãos dos sentidos (visão, audição, paladar, tato e olfato). Essas são as ferramentas para despertar o desejo; para ter e manter a excitação até evoluir ao orgasmo.

  • Meninos, treinem o uso do preservativo na masturbação, para na hora da relação não se bater ao colocá-lo!

  • O ideal é que tenham afeto um pelo outro. Caso não tenham e queiram ir adiante, que haja o respeito e carinho mútuo.

  • Escolham um local adequado em que haja privacidade.

  • Usem e/ou peçam o uso de preservativo.

  • Os meninos vão precisar de prática e treino para ajustar o tempo de ejaculação. A oscilação na ereção pode ocorrer e é natural e normal neste início.

  • Não levem com tanta seriedade o seu desempenho sexual. Jogo de cintura, descontração e bom humor ajudam sempre.

  • Jamais exponham a intimidade a dois para os amigos mostrando imagens, especialmente nas redes sociais Respeitem-se muito! Preservar a si e a outra pessoa é fundamental!

Fontes consultadas:
Implicações da sexualidade e reprodução no adolescer saudável. Disponível em: http://www.revistarene.ufc.br/revista/index.php/revista/article/view/227

Sexo: Corpo adulto em mente adolescente. Disponível em: http://educacao.uol.com.br/colunas/icami-tiba/2010/06/29/sexo-corpo-adulto-em-mente-adolescente.htm

 

Tags:, , , ,

Posts Recentes

Dúvida?

RSS

T |

41

9991-2512
(Entre em contato via Whatsapp)

R |

Anita Garibaldi, 850, Sl 501 - Torre Success - Ahú

E |

claudia@claudiagraichen.com.br

Explay Web Agency