//

Semana passada nós falamos sobre pesquisas e dados sobre a Disfunção Erétil e suas causas, assim como a necessidade de procurar ajuda. Hoje nós vamos apresentar alguns dos tratamentos da disfunção sexual e suas particularidades.

Psicoterapia

Através da psicoterapia o homem pode encontrar um caminho para um autoconhecimento, desmistificando muitos conceitos errôneos, melhorando a comunicação, resgatado sua confiança e autoestima, tornando-se mais resiliente e flexível para enfrentar as adversidades da vida. Este trabalho pode ser tanto individual quanto com o casal. Mesmo que a causa seja orgânica, vale ressaltar o quanto o emocional fica abalado, tornando uma causa mista, busca-se na terapia um tratamento de apoio. Hoje os médicos e psicólogos trabalham em conjunto, associando a psicoterapia sexual ao uso do medicamento para Disfunção Sexual, trazendo bons resultados.

Medicamentos via oral

Eles são, atualmente, o tratamento de escolha na maioria dos casos. Estes novos fármacos revolucionaram o tratamento da DE, pois são de fácil utilização, apresentam bons índices de eficácia e por se apresentarem em comprimido, não tiram a espontaneidade das relações sexuais.  Os principais medicamentos para Disfunção Erétil são: Sidenafil 25, 50 e 100mg – nome comercial Viagra ou Pramil, tem efeito até 12 horas. Tadalafil 5, 10 20mg – nome comercial Cialis, com efeito, de até 36 horas. Vardenafil5, 10 ou 20mg – nome comercial Levitra com efeito até 5 horas.Estes medicamentos são inibidores da fosfodiestarase do tipo 5 (PDE-5), são indicados nos casos de DE leve a moderada, de origem psicogênica, vascular, diabética, neuropática e nas cirurgias de prostatectomia. É contra-indicado em pacientes que usam medicamentos com nitrato ou com problemas sérios nos rins, fígado ou coração.

Terapia hormonal

Os distúrbios endócrinos podem estar relacionados com baixa dosagem no sangue de testosterona, denominado de hipogonadismo, tendo como sintoma a diminuição da libido. O tratamento pode ser feito por medicamentos que estimulam a produção da testosterona pelo próprio organismo ou pela administração de hormônios, dando preferência à administração intramuscular, em gel que é passado na pele ou adesivos cutâneos contendo testosterona. Além do hipogonadismo, outros distúrbios hormonais podem se relacionar com a disfunção erétil, entre eles a hiperprolactinemia, distúrbios da tireóide ou das glândulas supra-renais. Cerca de 15% dos homens acima dos cinquenta anos com diminuição dos níveis sanguíneos de testosterona sem doença endócrina detectável pode ser questionado a possibilidade de andropausa.

Ereção fármaco-induzida

Este tratamento é utilizado em homens que não respondem bem com drogas por via oral. O próprio indivíduo aplica em seu domicílio uma injeção com substâncias vasoativas no corpo cavernoso do pênis, para promover a ereção. Para isso é necessário fazer um teste de ereção, para avaliar a dose necessária e a frequência do uso.

As drogas mais utilizadas para ereção fármaco-induzida são:

– Cloridrato de papaverina
– Prostaglandina E1
– Cloridrato de papaverina mais Fentolamina
– Cloridrato de papaverina mais fentolamina mais Prostaglandina E.
É contraindicado para homens com antecedentes de priapismo de qualquer etiologia, doença de Peyronie e outras formas de fibroses dos corpos cavernosos, a falta de destreza manual do paciente ou da parceira também pode limitar o uso da ereção fármaco-induzida no tratamento da DE.

Em nosso próximo post veremos alguns outros tratamentos para a impotência sexual, como: Cirurgias venosas, Anel constrição peniana, Terapia intra-uretral, Ereção induzida por vácuo e Prótese peniana.

Lembre-se: a disfunção erétil tem tratamento e é possível resgatar a qualidade de vida. Os homens precisam quebrar a barreira do medo e vergonha buscar de ajuda.

Fontes:

http://is.gd/ThEedm | Saúde em movimento
http://is.gd/clu4ur | Urocentro de São Paulo
Imagens: google / reprodução

Tags:, , , , , , , , , , ,

Posts Recentes

Dúvida?

RSS

T |

41

9991-2512
(Entre em contato via Whatsapp)

R |

Anita Garibaldi, 850, Sl 501 - Torre Success - Ahú

E |

claudia@claudiagraichen.com.br

Explay Web Agency