//

Comumente somos surpreendidos com histórias que podem beneficiar ou não os indivíduos do sexo masculino. Mas, nem sempre estas são verdadeiras, já que desde sempre existem diversos mitos sobre a sexualidade, tanto feminina quando masculina. No post de hoje, trataremos sobre os mitos mais comentados quando se diz respeito aos desejos e costumes dos homens.

A maioria dos homens, independentemente do grau de inteligência ou educação podem ter o seu comportamento sexual negativamente afetado por conta de mitos ou falsas ideias sobre sexo. Em alguns casos, tais fatores podem contribuir com o aparecimento de inadequações e disfunções sexuais.

De qualquer forma, muitos destes conceitos são assimilados conjuntamente ao “sentir-se homem”. Anexado à identidade masculina, as expressões sexuais parecem ser parte inerente do ser homem e trazem muita dificuldade em serem discutidas racionalmente, visto que estas ideias normalmente estão associadas não só ao homem, como também à sociedade pela qual este pertence.

O primeiro mito e mais comum diz respeito a seguinte frase: “homem não tem nenhum defeito na área sexual”. A realidade é que o mito é tão comum, principalmente entre os homens, que estes mesmos não assumem que tem alguma inadequação sexual. Novamente, esse mito se dá quando o homem – ainda criança – aprende como um “verdadeiro macho” deve ser. Ainda sexualmente, o homem aprende que deverá ser um super-homem sexual, daqueles que saciarão de todas as formas qualquer mulher que passe pela sua vida!

MITOS SOBRE O PÊNIS

Quanto maior, melhor

Grande parte dos homens, até que desistam desse pensamento, são insatisfeitos com o tamanho do próprio pênis. Estes, pouco sabem que o realmente importa para o prazer das mulheres é como o homem sabe fazer amor, os aspectos emocionais, o antes, o durante e o depois. Poucas se importam com o tamanho, já que este de nada influência diretamente no prazer, e sim outros aspectos, como disfunções causadas pelo próprio emocional masculino que tanto se importa com o tamanho e deixa de lado preocupações relevantes, como o seu desempenho sexual.

Um homem faz sexo a qualquer momento que queira

O pênis, diferente de outras partes do corpo, não funciona da forma como
coordenamos. Logo, o homem não pode ter uma ereção a qualquer momento. É claro que em alguns casos ela é facilidade, mas diferente do que muitas pessoas pensam, ela não é controlada completamente pelo pensamento.

Ademais, o pênis não ficará ereto caso não aconteçam situações que facilitem essa ereção. O que será preciso para acontecer a ereção, dependerá de cada homem e mudará bastante com a idade.

Sem ereção não há sexo

É claro que tem. O sexo sempre irá acontecer entre um casal onde há amor. A relação sexual não consiste só na penetração, como existem várias outras formas de expressão sexual. O homem costuma ser perturbado com o pensamento que se não deixar o pênis ereto pode acabar com tudo, mas é com esse pensamento que ele acaba por não dar atenção às necessidades e desejos femininos, o que realmente o trará problemas. Inclusive, muitas vezes a mulher não precisa da ereção masculina para ter o seu orgasmo.

MITOS SOBRE A IDADE

Ao envelhecer, não há qualquer mudança no interesse sexual do homem, nem na resposta ou desempenho sexual

Poucos homens concordam com isso, achando que sempre se manterão jovens, não se conformando com a mudança e exigindo que seus corpos funcionem como quando tinham seus 20 anos.

Frequentemente os homens se preocupam quando, a partir dos 45 anos, a ereção demora mais para acontecem, quando esta não é totalmente rígida ou quando perdem a ereção rapidamente se a parceira deixa de brincar com o pênis. O que os homens não entendem, é que essas mudanças são inevitáveis e normais, e não devem se preocupar com isso. Inclusive, o homem deve desenvolver diferentes formas para o relacionamento sexual superar essa “dificuldade”.

Envelhecendo você perde o interesse no sexo e não conseguirá mais fazer sexo

Infelizmente, diversos homens inteligentíssimos continuam a acreditam nesse mito. E, como tudo em nossas vidas, quando acreditamos muito, acontece.

Os homens devem aprender a lidar e readequar-se ao envelhecimento, aceitando as modificações que seus corpos vivem também quando considerado o lado sexual. Estes sabem que seu corpo não será o mesmo para atividades físicas, por exemplo, considerando seus 20 e depois 60 anos, mas geralmente querem que seus comportamentos sexuais continuem os mesmos independente da idade.

No próximo post, explicaremos os mitos de origem machista e sobre o “fazer amor”.

Fonte: Oswaldo Rodrigues – Mitos sexuais masculinos

Tags:, , , ,

Posts Recentes

Dúvida?

RSS

T |

41

9991-2512
(Entre em contato via Whatsapp)

R |

Anita Garibaldi, 850, Sl 501 - Torre Success - Ahú

E |

claudia@claudiagraichen.com.br

Explay Web Agency