//

Como a relação entre o autoconhecimento sexual pode levar a mulher ao orgasmo?

O sexo, a estimulação, os órgãos íntimos, o prazer e até mesmo o orgasmo sempre foram assuntos delicados para conversar dentro da sociedade. Considerado, por grande parte das pessoas, como temas tabus, os assuntos são de extrema importância para uma vida saudável e, em muitos casos, o autoconhecimento sexual mantém uma relação duradora e equilibrada de um casal.

Desmembrando a teoria da Economia Sexual, exposta por Wilhelm Reich, que investiga a influência da sociedade sob a ótica da regularização da energia biológica ou sexual, destacam-se duas vertentes que merecem o aprofundamento para melhor explicar a importância do autoconhecimento sexual. De um lado a psicobiólogica, que resgata a necessidade biológica nas funções psicológicas, principalmente sobre a utilidade dos orgasmos na vida sexual. Do outro, a psicologia social, em uma análise do caráter, responsável por definir como as pessoas pensam, influenciam e se relacionam umas com as outras

No artigo “O Corpo: um caminho ao autoconhecimento uma experiência possível”, de Reolina Cardoso, a pesquisadora relaciona o poder social que o indivíduo carrega, quando questionado sobre a importância do orgasmo. Na obra, Reolina destaca a importância do autoconhecimento sexual e a relevância do mesmo para compreender o sentido principal do orgasmo: “como ciclo de tensão/carga/descarga/relaxação, que é a função biológica primária de todo ser vivente”.

Quando se fala em autoconhecimento sexual, não se trata de algo tão pragmático, como a simples interpretação do Kama Sutra, por exemplo. Conhecer o próprio corpo vária de pessoa para pessoa, principalmente no sexo feminino. O próprio fator biológico gera interpretações diferentes e sensações únicas em cada indivíduo. Muitos especialistas e estudiosos sobre o assunto destacam a necessidade de se auto estimular. É a partir da masturbação que a pessoa conhece seus limites e principalmente o funcionamento do próprio corpo.

No Brasil, segundo o levantamento do Projeto de Sexualidade do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (ProSex), estima-se que 30% das mulheres nunca tiveram orgasmo e que 35% têm alguma dificuldade em sentir desejo.  A pesquisa ainda apontou que 21% das entrevistadas sentem dor na relação sexual, e os números não param por aí. O estudo revelou que a mesma mulher pode manifestar os três apontamentos simultaneamente e estas somam 49% da pesquisa.

O principal fator para os dados serem tão preocupantes é a falta do ensino específico sobre o tema e a discussão sobre a necessidade do autoconhecimento sexual. Nos consultórios por todo o Brasil, quiçá do mundo, a principal queixa das mulheres é o desconhecimento da sensação atribuída ao orgasmo. Há casos em que a paciente desconhece as suas zonas erógenas mais prazerosas e nem sabe como estimulá-las.  Um dado gravíssimo, visto se tratar de um período em que a satisfação sexual é um dos principais fatores para bem-estar numa relação.

E não vai pensando que é apenas o autoconhecimento sexual responsável pelo tão sonhado orgasmo. Há diversos fatores que também influenciam a qualidade sexual dos indivíduos, como uma boa saúde física e mental. Além do conhecimento do próprio corpo, o psicológico tem grande parte no desempenho sexual.

Quebre os tabus e compreenda a necessidade do seu corpo. Descubra as posições que mais lhe dão prazer e pratique. Lembre-se: a não satisfação sexual e o não atingimento do orgasmo podem influenciar diretamente na relação a dois. Procure um profissional especializado em sexualidade e descubra qual a melhor maneira de melhorar sua qualidade sexual. Deixe as arramas para lá e vá em busca da sua felicidade!
Referências:

– REICH, Wilhelm. Psicologia de Masas del Fascismo. México, Bruguera, 1980

– REICH, Wilhelm. La función del orgasmo. México, Paidós, 1983

-GIDDENS, Anthony. Sexualidade, Amor e Erotismo nas Sociedades Modernas. Brasil, São Paulo, 1992.

Saúde sexual e saúde reprodutiva – Ministério da Saúde

Coluna Fisioterapia e Saúde – Portal O Povo Online

Tags:, , , , ,

Posts Recentes

Dúvida?

RSS

T |

41

9991-2512
(Entre em contato via Whatsapp)

R |

Anita Garibaldi, 850, Sl 501 - Torre Success - Ahú

E |

claudia@claudiagraichen.com.br

Explay Web Agency